sexta-feira, 28 de abril de 2017

Jogos do Futuro da Região de Setúbal decorrem entre 2 e 4 de junho


Os Jogos do Futuro da Região de Setúbal (JFRS) 2017 vivem a sua 5.ª edição entre 2 e 4 de junho, promovidos pelos nove municípios da região (Almada, Alcochete, Barreiro, Moita. Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal), pela Associação de Municípios da Região de Setúbal, movimento associativo popular, escolas e associações distritais de modalidades aderentes. 
Este ano, a iniciativa conta com um número recorde de 24 modalidades, com especial atenção para o desporto adaptado. Mais do que a competição, o convívio é fator determinante nesta iniciativa, que pretende fomentar a atividade desportiva entre as camadas jovens e envolver populações e agentes locais num grande evento desportivo, com notoriedade nacional. Prevê-se a participação de cerca de três mil jovens, com idades compreendidas entre os 11 e os 16 anos, nas provas a decorrer em vinte e oito espaços/equipamentos dos vários municípios.
Rita Patrício, atleta de Boccia, José Augusto, antiga glória do futebol nacional, a judoca olímpica Telma Monteiro e o treinador de futebol Paulo Fonseca são as patronas e os patronos desta edição dos JFRS.
A cerimónia de abertura decorre no dia 2 de junho, no Barreiro. No concelho de Palmela, decorrerão o Meeting de Orientação, na zona de Sesmarias, e o Torneio de Judo e Judo Adaptado, no dia 3 de junho, no Pavilhão Desportivo Municipal, em Pinhal Novo.
Aquela que é, já, a grande festa do desporto da região de Setúbal, sublinha o papel dos municípios enquanto promotores de práticas saudáveis junto das suas populações e afirma o desporto enquanto fator estratégico de dinamização e desenvolvimento regional.


Feira Medieval revive as conquistas de Palmela



A 4.ª edição da Feira Medieval de Palmela decorre entre 22 e 24 de setembro, no Castelo e Centro Histórico da vila, numa organização da Câmara Municipal de Palmela com a ALIUS VETUS – Associação Cultural História e Património.
Ao longo de três dias, a viagem no tempo vai transportar-nos ao período da formação da nacionalidade e às várias (re)conquistas de Palmela e do seu Castelo.
Desfiles diurnos e noturnos, torneios, música, gastronomia, dança aérea e danças antigas, jograis, artes de rua, falcoaria, acampamentos temáticos, artesanato e mercado medieval, sempre com atenção ao rigor histórico e com o grande envolvimento da comunidade local, são os principais atrativos daquela que é, já, uma das Feiras Medievais mais animadas e atrativas do país.

Município cede espaço público às festividades locais para angariação de receita


A Câmara Municipal de Palmela aprovou, de forma unânime, na reunião pública de 19 de abril, o calendário de ocupação de espaço público por parte de diversas associações locais, com vista à realização das festividades que, ao longo deste ano, vão animar o concelho e contribuir para a promoção dos produtos de qualidade.
Este ato, que legitima a utilização dos terrenos, é mais um importante apoio do Município às diversas entidades promotoras, ao permitir o aluguer de terrados e consequente arrecadação de receita.
A cedência de terrenos aplica-se às seguintes atividades e entidades:

Mostra de Vinhos de Marateca e Poceirão em Fernando Pó | 12 a 14 maio
Associação Cultural e Recreativa de Fernando Pó

Mercado Caramelo | 12 a 14 maio
Confraria da Sopa Caramela

Festas de S. Gonçalo | 25 maio a 1 junho
Associação de Festas de São Gonçalo

Festas Populares de Pinhal Novo | 6 a 11 junho
Associação de Festas Populares de Pinhal Novo – Desenvolvimento e Cultura Local

Feira Comercial e Agrícola de Poceirão | 7 a 9 julho
Associação da Feira Comercial e Agrícola de Poceirão

Festa das Vindimas | 31 agosto a 5 setembro
Associação de Festas de Palmela

Festa de Todos os Santos | 27 outubro a 1 novembro
Associação de Festas de Quinta do Anjo





Auditório Municipal de Pinhal Novo exibe comédia infantil “Ozzy”


O Auditório Municipal de Pinhal Novo apresenta, no dia 29 de abril, sábado, às 16h00, o filme infantil “Ozzy”. Esta comédia de animação - uma produção espanhola e canadiana, com 90 minutos de duração - marca a estreia na realização, em 2016, de Alberto Rodriguez.
O filme retrata as aventuras do beagle “Ozzy” e da sua família humana numa viagem ao Japão.
A entrada tem os valores de 3,11 euros (adulto) e 2,07 euros (criança), com aquisição no local.



11.ª Maratona BTT Pinhal Novo/Arrábida acontece este domingo


Realiza-se a 30 de abril a 11.ª Maratona BTT Pinhal Novo/Arrábida, numa iniciativa da Associação BTTascaduXico, com o apoio do Município de Palmela. Com partida e chegada na Praça da Independência, junto à Biblioteca de Pinhal Novo, e secretariado no Mercado Municipal de Pinhal Novo, este é um evento aberto, sem carácter competitivo (apesar de ser registado o tempo de prova), e apresenta três distâncias -  um passeio de 20km, uma meia-maratona de 40km e uma maratona de 70km.
Os percursos desenrolam-se por caminhos rurais do concelho de Palmela e pelos trilhos do Parque Natural da Arrábida. Serão atribuídos troféus simbólicos para os três primeiros classificados femininos e masculinos da Maratona e Meia-Maratona.
O desenvolvimento do ciclismo, aliando as componentes desportiva e de promoção turística, continua a ser uma aposta do Município, consciente da apetência da população e da vocação natural deste território para a prática da modalidade.

Informações e contactos: secretariado.tascaduxico@gmail.com ou 916 600 788. Inscrições em http://bttascaduxico.lojaslocais.pt/NewInscription.aspx

Academia de Proteção Civil de Palmela formou meio milhar de pessoas nos primeiros meses de 2017


            A Academia de Proteção Civil de Palmela, em parceria com as Associações de Bombeiros do Pinhal Novo, Palmela e Aguas de Mora, continua firme na sua missão de sensibilização e informação da comunidade para a criação e reforço de uma cultura de segurança e, entre janeiro e abril de 2017, desenvolveu, já, um conjunto de 25 ações, que envolveram 465 participantes.
            Estas atividades foram dirigidas, em particular, à comunidade escolar e Instituições Particulares de Solidariedade Social, e consistiram na realização de ações de formação com temáticas na área da saúde e ações de sensibilização sobre medidas de autoproteção e procedimentos a adotar numa situação de emergência.
            É de sublinhar, também, a colaboração com a Escola Básica 2,3 Hermenegildo Capelo, de Palmela, nas comemorações do Dia Internacional das Florestas, através da realização de uma caminhada, a 28 de março, na Serra do Louro (Arrábida) com o objetivo de sensibilizar as/os alunas/os para o impacto dos incêndios florestais na vegetação autóctone e riscos associados aos incêndios.






Simulacros e exercício conjunto marcam comemorações do Dia Municipal do Bombeiro



A Câmara Municipal de Palmela e as três associações de bombeiros do concelho – Palmela, Pinhal Novo e Águas de Moura – comemoram o Dia Municipal do Bombeiro com um programa centralizado, este ano, na vila de Palmela, de acordo com a metodologia de rotatividade instituída na organização da iniciativa.
O programa, apoiado pelas Juntas de Freguesia de Pinhal Novo e de Palmela, constitui-se como o momento mais alto de homenagem e afirmação do papel das Bombeiras e dos Bombeiros na sociedade, valorizando a sua missão, aproximando-os da comunidade e reforçando os laços institucionais, de trabalho e de amizade entre as diversas instituições com responsabilidades nas áreas da proteção civil e da segurança.
“Todos juntos para a redução de catástrofes” é o tema da 17.ª edição destas comemorações, numa referência clara à importância da sensibilização e, em particular, da prepação das comunidades para prevenir e agir, em caso de risco ou catástrofe. São exemplo os quatro simulacros de incêndio e de sismo a desenvolver nas escolas, testando os planos de segurança, bem como as ações de sensibilização sobre riscos ferroviários, medidas gerais de autoproteção e noções básicas de primeiros socorros, a realizar em escolas e instituições particulares de solidariedade social, à semelhança do que vem acontecendo ao longo do ano, no âmbito do plano de trabalho da Academia de Proteção Civil de Palmela.
As três corporações de bombeiros do concelho e restantes agentes de proteção civil estarão envolvidos num exercício de atuação conjunta, a decorrer no dia 10 de maio, às 18 horas, no Centro Histórico de Palmela. A segurança no núcleo mais antigo da vila  - num momento em que se encontram em fase de conclusão os trabalhos de elaboração do Plano de Emergência para esta zona – será tema, também, das Jornadas Técnicas a realizar no dia 20 de maio, no Espaço Cidadão.
A sessão solene de homenagem às/aos bombeiras/os do concelho, a 28 de maio - com atribuição da Medalha Municipal de Comportamento Exemplar e celebração de um conjunto de acordos de grande importância para a melhoria das condições de trabalho das corporações e para o reforço desta área de trabalho, no concelho - encerra, da melhor maneira, o programa comemorativo.
 Programa completo em  www.cm-palmela.pt.



quarta-feira, 26 de abril de 2017

Município e AML celebram Protocolo que reforça vigilância contra incêndios



A Câmara Municipal de Palmela e a Área Metropolitana de Lisboa (AML) vão celebrar um Protocolo de Cooperação que tem como objetivo central a implementação de um sistema de vigilância contra incêndios no Parque Natural da Arrábida. A proposta foi aprovada, por unanimidade, na reunião pública de câmara descentralizada de dia 19 de abril.
A AML apresentou uma candidatura ao Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), no âmbito da qual pretende, entre outras medidas, instalar sete torres de videovigilância e apoio à decisão, equipadas com câmaras de vídeo, nomeadamente, no Castelo de Palmela e Serra de S. Luís; um Centro de Gestão e Controlo no Comando Distrital de Operações de Socorro de Setúbal e um Posto Operacional no Comando Territorial da GNR, com interfaces para o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e AML.
Este Protocolo define a contrapartida financeira por parte da Câmara Municipal, a partir de 2020, no valor anual de 10 mil euros, por um prazo de 10 anos, à AML, para compensação de custos assumidos com a reparação ou manutenção dos equipamentos.

Município reivindica reposição de pessoal não docente na Escola Secundária de Pinhal Novo



A Câmara Municipal de Palmela aprovou, por unanimidade, na reunião pública descentralizada de dia 19 de abril, uma moção de apoio a alunas/os, pais e encarregadas/os de educação da Escola Secundária de Pinhal Novo na reivindicação do provimento do quadro de pessoal não docente daquele estabelecimento de ensino e solicita ao Ministério da Educação uma rápida intervenção nesse sentido. Recorde-se que, em fevereiro último, a autarquia manifestou a sua preocupação pelo encerramento da secretaria daquela escola, desde 2 de dezembro de 2016.
Abaixo, transcreve-se o texto integral da moção:

«Desde outubro de 2016 que a Escola Secundária de Pinhal Novo se vê confrontada com uma grave falta de pessoal não docente, quer ao nível de assistentes operacionais, que garantem a vigilância, limpeza e o funcionamento de espaços como a Biblioteca, Centro de Recursos, Bar e Espaços Desportivos, quer de Assistentes Técnicos, facto que levou ao encerramento temporário da secretaria, durante um período de cerca de quatro meses, uma vez que só se encontravam ao serviço três assistentes técnicos  dos 12 previstos.
Desta situação, então apresentada em Conselho Geral da Escola, foi dado conhecimento à DGEstE e, um mês depois, à Secretária de Estado Adjunta e da Educação pelo Conselho Municipal de Educação e, em várias reuniões de Conselho Geral e de Conselho Municipal de Educação, a diretora da escola e os representantes dos pais e encarregados de educação têm feito pontos de situação das várias reuniões realizadas por ambos com a DGEstE.
Também a Câmara já manifestara, em 8 de Fevereiro último, e no âmbito da informação sobre a falta de pessoal não docente nas escolas do concelho, a sua preocupação pelo facto da secretaria da Escola Secundária de Pinhal Novo estar encerrada, desde 2 de Dezembro.
O problema ao nível do pessoal não docente mantém-se: - das 29 assistentes operacionais previstas (rácio definido em portaria), estão a desempenhar funções na Escola Secundária de Pinhal Novo 20, ou seja, um número manifestamente insuficiente para suprir todas as necessidades de funcionamento de um estabelecimento de ensino com 1654 alunos, alguns dos quais com necessidades educativas especiais.
Assim, a Câmara Municipal de Palmela, reunida em sessão pública, em Aldeia Nova da Aroeira, freguesia de Poceirão, a 19 de abril, delibera:
- Manifestar o seu apoio aos alunos, pais e encarregados de educação, professores e directora da escola na reivindicação do provimento do quadro de pessoal não docente, essencial ao bom funcionamento do estabelecimento de ensino;
- Solicitar ao Ministério da Educação uma rápida intervenção, no sentido de providenciar a afectação de pessoal não docente, para suprir as necessidades da Escola Secundária de Pinhal Novo;
-  Enviar a presente moção às seguintes entidades:
·         Grupos Parlamentares da Assembleia da República
·         Primeiro-Ministro
·         Ministro da Educação
·         Secretária de Estado Adjunta e da Educação
·         Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE)
·         Conselho Metropolitano de Lisboa
·         Assembleia Municipal de Palmela
·         Juntas de Freguesia do Concelho
·         Conselho Municipal de Educação
·         Conselho Municipal de Juventude
·         Escola Secundária de Pinhal Novo
·         Conselho Geral da Escola Secundária de Pinhal Novo
·         Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Secundária de Pinhal Novo
·         Comunicação Social».



Poceirão com novos investimentos na Rede Viária



A Câmara Municipal de Palmela adjudicou a empreitada de repavimentação de mais um troço da Estrada Municipal 533, com início na aldeia de Poceirão, numa extensão de cerca de 500 metros.
A empreitada, a iniciar em breve, representa um investimento da autarquia de 45 mil euros e integra o alargamento da plataforma da estrada em meio metro, melhorando as condições de segurança rodoviária.
Por outro lado, a empreitada de pavimentação do primeiro troço da Rua Joaquim Gomes Romão, também na freguesia de Poceirão, está em concurso (aguarda apresentação de propostas). A pavimentação desta via tem um custo estimado de cerca de 50 mil euros e os trabalhos abrangem cerca de 700 metros.