quarta-feira, 24 de maio de 2017

“O Gangue do Parque” visita o Auditório Municipal de Pinhal Novo



No dia 28 de maio, domingo, às 16h00, o Auditório Municipal de Pinhal Novo exibe o filme de animação “O Gangue do Parque”.
Esta comédia, para maiores de seis anos, tem como personagem principal Flecha, um simpático esquilo, cheio de energia e pronto a viver aventuras que, na maior parte das vezes, terminam em sarilhos. Quando compromete as provisões da comunidade para o próximo inverno, Flecha é expulso do parque onde nasceu e parte para a cidade. Aí, encontra o lugar mítico dos esquilos, que julgava apenas existir nas antigas histórias: a Cidade Perdida de Avelândia. Trata-se de uma loja de frutos secos, a que Flecha e um grupo de novos amigos vão tentar aceder, para garantir a sobrevivência na estação fria.
As entradas têm o valor de 3,11 euros (adulto) e 2,07 euros (criança), com aquisição no local.


Encontro Concelhio de Folclore reúne 400 participantes no Parque Venâncio Ribeiro da Costa



No dia 27 de maio, às 16h00, o Parque Venâncio Ribeiro da Costa, em Palmela, recebe o Encontro Concelhio de Folclore. Trata-se de uma iniciativa da Câmara Municipal com os Ranchos Folclóricos concelhios e o apoio da Popular FM, que reunirá 11 ranchos e cerca de quatro centenas de participantes.
Vão estar presentes nesta celebração da cultura popular e do mundo rural, o Rancho Folclórico “Os Fazendeiros” das Lagameças, o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Pinhal Novo, o Rancho da Sociedade de Recreio e Desporto da Lagoinha, o Rancho Folclórico Regional de Fernando Pó, o Rancho Folclórico Cultural Danças e Cantares da Região do Forninho, o Grupo Folclórico Danças e Cânticos de Olhos de Água, o Rancho Folclórico Regional da Palhota/ Venda do Alcaide, o Rancho Folclórico do Bairro Margaça, o Rancho Folclórico “os Rurais” da Lagoa da Palha e Arredores, o Rancho Folclórico de Poceirão e o Rancho Folclórico da Herdade de Rio Frio, este último, a retomar a sua atividade.
Com entrada livre, o Encontro Concelhio de Folclore constitui um momento privilegiado de partilha de experiências, convívio e promoção das tradições locais, contribuindo para uma maior visibilidade deste património.


Sessão Solene de Homenagem encerra comemorações do Dia Municipal do Bombeiro


As comemorações do Dia Municipal do Bombeiro encerram no dia 28 de maio, em Palmela, com um programa que tem como ponto alto a sessão solene de homenagem aos bombeiros do concelho, no Cine-teatro S. João, às 11h30.
Ao hastear de bandeiras com toque de sirene nos quartéis dos Bombeiros de Palmela, Pinhal Novo e Águas de Moura, às 8h00, segue-se a exposição de viaturas de socorro e de combate a incêndios, no Largo de S. João, às 9h00, a receção às entidades oficiais e o desfile apeado e motorizado. Às 11h15, no Cine-teatro S. João, decorrerão as assinaturas da adenda ao Protocolo de apoio ao Funcionamento dos Grupos de Bombeiros Permanentes e do Contrato Programa de cooperação técnica e financeira com a Associação de Bombeiros de Palmela. O programa encerra com a sessão solene de homenagem aos bombeiros, a atribuição das Medalhas de Comportamento Exemplar e o almoço convívio entre a Câmara Municipal, Juntas de Freguesia, Direções, Comando e Corpos Ativos das Associações de Bombeiros do Concelho.



terça-feira, 23 de maio de 2017

Município exige resposta do Governo às propostas de cooperação apresentadas em 2015



O Município de Palmela continua a aguardar por uma resposta do Governo às propostas de partilha de responsabilidades, apresentadas em 2015, com vista a viabilizar a tão aguardada e necessária construção do Pavilhão Desportivo da Escola Secundária de Palmela. Estas propostas de trabalho admitiam a comparticipação municipal na construção do equipamento ou, em alternativa, uma comparticipação menor e a assunção dos custos de gestão, manutenção e recursos humanos necessários ao seu funcionamento, desde que fosse possível o usufruto por parte da comunidade.
No entanto, este processo tem sido pautado pela grande dificuldade no contacto com o Ministério da Educação, cuja última informação, datada de fevereiro deste ano, revela que a obra é considerada prioritária e já teria parecer da DGEstE – Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, comprometendo-se a analisar a questão financeira com o Ministério das Finanças no prazo de uma semana. Três meses passados, o Município continua sem receber uma resposta nem tem conseguido restabelecer contacto, situação considerada inadmissível e que foi alvo de uma nova moção, aprovada por unanimidade na reunião pública realizada a 17 de maio, e que se transcreve na íntegra:

«Após o envio de uma proposta para apreciação, a Câmara Municipal de Palmela apresentou à Secretária de Estado Adjunta e da Educação, em reunião de 11 de maio de 2016, a possibilidade de um protocolo entre as duas entidades para construção do Pavilhão Gimnodesportivo da Escola Secundária de Palmela.
A proposta, já apresentada em 30 de novembro de 2015, manifestava a disponibilidade do Município para, à semelhança do que tem sido a postura de cooperação institucional, que permitiu a concretização de outras obras urgentes da responsabilidade da administração central no concelho, comparticipar o valor do investimento e os custos de gestão do equipamento. Os montantes dependeriam da alternativa que o Ministério considerasse mais conveniente, eventualmente com a utilização pública do gimnodesportivo pela comunidade, fora dos horários e épocas escolares.
Após várias tentativas, por escrito e telefonicamente, a Secretária de Estado Adjunta e da Educação informou telefonicamente, em fevereiro deste ano, que se trata de uma obra prioritária, para a qual já existe parecer da DGEstE, faltando apenas analisar, no prazo de uma semana, com o Ministério das Finanças, as opções financeiras para o avanço do protocolo.
Desde então, têm-se revelado infrutíferas todas as tentativas de obter qualquer informação sobre o acolhimento desta proposta. Estamos no final de mais um ano letivo, sem que as/os alunas/os da escola Secundária de Palmela tenham tido oportunidade de usufruir de um gimnodesportivo, ou seja, de uma prática desportiva plena e de direito, de acordo com o currículo escolar.
Assim, a Câmara Municipal de Palmela, reunida a 17 de maio de 2017, na Biblioteca Municipal de Palmela, considera que:

- A ausência de resposta não se coaduna com o que deveria ser o normal relacionamento institucional;
- Se torna cada vez mais urgente dar resposta a esta reivindicação de estudantes, pais, encarregadas/os de educação e comunidade educativa, que, naturalmente, questiona o Município sobre este assunto;
- A Escola secundária de Palmela e as/os docentes de Educação Física têm sido um exemplo de empenho e incentivo às alunas e aos alunos daquele estabelecimento de ensino, que conta com excelentes resultados a nível nacional e regional, em diversas modalidades de ar livre, podendo desenvolver outras competências se os adequados equipamentos o permitissem.

Neste sentido, o Município delibera:
- Manifestar a sua indignação pela falta de diálogo por parte do Ministério da Educação;
- Exigir uma resposta urgente às proposta do Município para a partilha de responsabilidades na construção deste equipamento desportivo, de forma a que as/os alunas/os tenham direito, o mais rapidamente possível, à educação física, na sua plenitude, essencial ao seu desenvolvimento físico e social;
- Enviar cópias da presente moção às seguintes entidades:
            . Primeiro-Ministro
            . Ministro da Educação
            . Secretária de Estado Adjunta e da Educação
            . Presidente da Assembleia da República
            . Grupos Parlamentares
            . Assembleia Municipal de Palmela
            . Juntas de Freguesia do Concelho de Palmela
            . Conselho Municipal de Educação de Palmela
            . Direção da Escola Secundária de Palmela
. Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Secundária de Palmela
            . Associação de Estudantes da Escola Secundária de Palmela
            . Órgãos de Comunicação Social Locais e Regionais.»

Excelentes resultados das adegas do concelho e da região saudados pelo Município



O Município de Palmela aprovou, por unanimidade, na reunião pública de 17 de maio, uma saudação às adegas da região e, em particular, as empresas produtoras do concelho de Palmela que conquistaram excelentes resultados no Challenge International du Vin 2017, um dos mais prestigiados concursos de vinhos do mundo. O Moscatel Roxo Venâncio da Costa Lima 2013 foi o único vinho português a ser agraciado com o prémio mais alto do certame – o Prix Spécial – atribuído na categoria de vinhos fortificados. Esta adega centenária de Quinta do Anjo, recebeu, também, uma medalha de prata. 
            São de sublinhar, também, as quatro medalhas de ouro e duas de prata recebidas pela Casa Ermelinda Freitas, a medalha de ouro e outra de prata entregues à Adega de Palmela e a medalha de prata atribuída à SIVIPA.
            Transcreve-se, abaixo, o texto da saudação:

«A participação dos vinhos da Península de Setúbal e, em particular, do concelho de Palmela, no Challenge International du Vin 2017 resultou num grande sucesso, que colocou em relevo, uma vez mais, a grande qualidade da produção regional e a sua crescente afirmação no panorama internacional do setor.
O grande destaque vai para o Prix Spécial atribuído ao Moscatel Roxo Venâncio da Costa Lima 2013, para premiar «o melhor entre os melhores» na categoria de vinhos fortificados. Trata-se do único Prix Spécial atribuído a um vinho português nesta edição daquele que é o principal certame internacional de vinhos realizado em França, sendo, também, o mais antigo e um dos mais prestigiados do mundo. Além deste prémio especial, a Venâncio da Costa Lima trouxe uma medalha de prata com o seu Moscatel DO Setúbal 2008.
A Casa Ermelinda Freitas também teve uma participação muito feliz, com quatro medalhas de ouro, atribuídas ao Trincadeira Reserva 2014, ao Sauvignon Blanc 2015, ao Cabernet Sauvignon Reserva 2013 e ao Valoroso Reserva 2014, e duas de prata, para o Dona Ermelinda Reserva 2014 e para o Vinha do Rosário Reserva 2014.
 São de sublinhar, ainda, as prestações da Adega de Palmela - que viu o seu Reserva 2015 premiado com ouro e recebeu prata com o Adega de Palmela Branco 2016 e com o Vale dos Barris Castelão 2015 - e da SIVIPA, premiada com medalha de prata pelo seu Terras do Sado 2016.
No total, as adegas da Rota de Vinhos da Península de Setúbal receberam 14 medalhas de ouro e 9 de prata.
A Câmara Municipal de Palmela, reunida na Biblioteca Municipal de Palmela a 17 de maio, saúda as produtoras e os produtores de vinhos do concelho de Palmela e da região - em particular, a Venâncio da Costa Lima, a Casa Ermelinda Freitas, a Adega de Palmela e a SIVIPA - pelos excelentes resultados obtidos no Challenge International du Vin 2017, que contribuem para valorizar e dar notoriedade aos seus produtos e à região e muito honram o concelho de Palmela.»



Palmela apoia associações culturais e juvenis com mais de 67 mil euros


O Município de Palmela aprovou, na reunião pública realizada a 10 de maio, a atribuição de um pacote de subsídios, no valor global de 67.740 euros, para apoiar as associações culturais e juvenis do concelho.
Estes subsídios, aprovados por unanimidade, surgem na sequência das candidaturas apresentadas pelas instituições para o ano de 2017, no âmbito do Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo, e vão beneficiar 47 associações na prossecução da sua atividade, na aquisição de equipamento e na realização de obras de conservação das instalações.
O Município mantém, em simultâneo, com algumas destas entidades, protocolos de colaboração que visam o apoio a projetos específicos.
O desenvolvimento sociocultural do território, com investimento nas áreas da cultura e da juventude, é um eixo estratégico da atividade municipal. Através da promoção do movimento associativo, o Município contribui para a valorização da dinâmica associativa, de grande importância para as comunidades.
Integram este pacote de apoios as seguintes associações:

Agrupamento 1269 de Poceirão do Corpo Nacional de Escutas
Agrupamento 504 de Quinta do Anjo do Corpo Nacional de Escutas
Agrupamento 643 de Pinhal Novo do Corpo Nacional de Escutas
Associação Amigos Bairro da Confidente
Associação Amigos da Festa Brava
Associação Amigos Juntos pela Orquestra Nova de Guitarras
Associação Cultural e Recreativa de Fernando Pó
Associação de Cultura e Desporto de Poceirão
Associação Desportiva Palmelense
Associação Juvenil ADONIA
Associação Juvenil AJITAR
Associação Juvenil COI
Associação Juvenil INdiferentes
Associação Juvenil ODISSEIA
Associação Projecto 270
Associação Teatro da Vila 
Associação Teatro Sem Dono
ATA - Acção Teatral Artimanha
Bardoada – Grupo do Sarrafo
Círio dos Olhos de Água - Associação Recreativa Cultural e Religiosa
Grupo 40 de Palmela - Associação de Escoteiros de Portugal
Grupo Carnavalesco Amigos de Baco
Grupo Desportivo de Rio Frio
Grupo Desportivo e Cultural Ídolos da Baixa
Grupo Desportivo e Recreativo “Águias da Aroeira”
Grupo Desportivo e Recreativo Airense
Grupo dos Amigos do Concelho de Palmela
Grupo Folclórico Danças e Cânticos Olhos de Água
Grupo Popular Recreativo Cabanense
Motoclube Pinhal Novo
PAL Artes – Associação Cultural para o Desenvolvimento do Concelho
Passos e Compassos
PIA - Projectos de Intervenção Artística
Rancho Folclórico “Os Rurais” da Lagoa da Palha e Arredores
Rancho Folclórico Cultural Danças e Cantares da Região do Forninho
Rancho Folclórico da Casa do Povo de Pinhal Novo
Rancho Folclórico Regional da Palhota/Venda do Alcaide
Sociedade Filarmónica União Agrícola
Sociedade de Instrução Musical
Sociedade de Recreio e Desporto da Lagoinha
Sociedade de Recreio e Instrução 1.º de Maio
Sociedade Filarmónica Humanitária
Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”
Sociedade Recreativa 1.º de Janeiro da Lagoa do Calvo
Sociedade Recreativa e Cultural do Povo do Bairro Alentejano
Teatro dos Barris - Associação
TELA – Teatro Extremamente Louco e Absurdo







Município promove formação “Hortas de Varanda”, caminhada e passeio de bicicleta noturno


            O Município de Palmela associa-se às comemorações do Dia Mundial da Energia e do Dia Mundial do Ambiente - assinalados a 28 de maio e 5 de junho, respetivamente – com uma semana que integra uma ação de formação sobre hortas de varanda, em Pinhal Novo, a 4.ª Pedalada Noturna, em Palmela, uma caminhada noturna no Parque Natural da Arrábida e visitas às hortas comunitárias, apelando à participação de todas/os as/os munícipes.
            O CRJ – Centro de Recursos para a Juventude de Pinhal Novo, no edifício do Mercado Municipal, acolhe, no dia 27 de maio, entre as 9h30 e as 17h30, a oficina “Hortas de Varanda”. Com inscrições gratuitas (limitadas), esta oficina vai ensinar, de forma simples e prática, como ter um pequeno jardim  ou horta numa varanda ou terraço. As/os interessadas/os deverão inscrever-se até 23 de maio, através do telf. 212336692 ou pelo e-mail drodrigues@cm-palmela.pt.
            A 4.ª Pedalada Noturna decorrerá no dia 3 de junho, com partida às 20h30, da Casa Mãe da Rota de Vinhos da Península de Setúbal, em Palmela. A iniciativa - um percurso de BTT noturno com a duração de 3h30 e uma extensão de 25 quilómetros (Grau de dificuldade III) - passará pelo Centro Histórico de Palmela, Serra do Louro, Vale de Barris e Vale de Alcube. Com o apoio da Rota dos Vinhos da Península de Setúbal, a iniciativa integrará uma degustação de moscatel e doçaria regional, na Adega Venâncio da Costa Lima, em Quinta do Anjo. O percurso terminará na Taverna Bobo da Corte, no Castelo de Palmela, com sopa caramela, pão e vinho para as/os participantes. As inscrições, com o valor de 6 euros, são obrigatórias e deverão ser realizadas até ao dia 31 de maio através do telf. 212 334 398 ou pelo e-mail info@rotavinhospsetubal.com (as/os participantes deverão comparecer com capacete e iluminação frontal e traseira).
            Por último, no dia 24 de junho, a autarquia promove uma caminhada noturna no Parque Natural da Arrábida, com uma extensão de 11,6 quilómetros e quatro horas de duração (nível 4). Com início às 21h00, esta caminhada é gratuita e sujeita a inscrição prévia (limite de 100 participantes) através do telf.21236636 ou pelo e-mail desporto@cm-palmela.pt. A inscrição só é efetiva após confirmação. Dirigida à população em geral, esta iniciativa procurará sensibilizar para a diversidade das plantas aromáticas na flora da Arrábida.
            Durante a Semana do Ambiente e da Energia, o Município disponibiliza, através do site www.cm-palmela.pt, informação sobre os principais poluentes atmosféricos, os seus efeitos e as medições registadas na região e distribuirá um guia sobre boas práticas em eficiência energética, como forma de consciencialização da comunidade local para o uso eficiente de energia e divulgação do PAESP – Plano de Ação para a Energia Sustentável de Palmela, evidenciando o contributo que cada cidadão poderá ter na redução de emissões de CO2.
            A Câmara Municipal está, ainda, a preparar o arranque de novas candidaturas ao projeto Eco-Famílias, que tem como objetivo fomentar nas famílias do concelho um espirito de boas práticas ambientais e sustentáveis nas várias vertentes, contribuindo para um bom desempenho ecológico individual e para o desenvolvimento sustentável da comunidade.


Município promove formação para a comunidade com frequência gratuita


A Câmara Municipal de Palmela promove, em junho, em Palmela e Pinhal Novo, ações de formação para a comunidade, com frequência gratuita.
Nos dias 3 e 17, das 15h00 às 17h00, as Bibliotecas Municipais de Pinhal Novo e Palmela, respetivamente, acolhem o ateliê de desenvolvimento pessoal “Ser o Melhor de Mim, Todos os Dias”, por Sara Simões. Entre os dias 6 e 29, (3.ªs e 5.ªs feiras, das 19h00 às 22h00), a Biblioteca Municipal de Palmela recebe a ação de formação “Plantas Espontâneas Comestíveis”, ministrada por Vitor Margarido.
As inscrições devem ser formalizadas mediante o preenchimento de impresso próprio, disponível em www.cm-palmela.pt, na área Viver – Bibliotecas Municipais, devidamente preenchidas e enviadas  por e-mail, correio, fax ou entregues, presencialmente, nas instalações da Biblioteca Municipal de Palmela.


Biblioteca Municipal de Palmela: Largo de S. João, 6 - 2950-204 Palmela | Tel.: 212 336 632 | Fax: 212 336 633 | bibliotecas@cm-palmela.pt.





Celebração do Dia da Espiga reúne 250 idosos em Pinhal Novo


O Parque de Campismo e Caravanismo Vasco da Gama, de Pinhal Novo, acolhe o “Com Tradições”, no dia 25 de maio, entre as 10h00 e as 16h00, uma iniciativa da Câmara Municipal de Palmela com as Instituições Particulares de solidariedade Social na área do envelhecimento que assinala o Dia da Espiga. Cerca de 250 idosos provenientes de 10 instituições, participarão, assim, neste evento, que recria o Dia da Ascensão, popularmente designado por Dia da Espiga, que tem lugar 40 dias após o domingo de Páscoa. Nesta data, é tradição colher-se, nos campos, um ramo - com trigo, ramo de oliveira, papoilas, malmequeres brancos e amarelos – que é guardado em casa, na cozinha ou na sala, até ao ano seguinte.
O “Com Tradições” conta com os apoios do Parque de Campismo e dos Bombeiros Voluntários de Pinhal Novo e integra uma visita livre ao parque, para apanha da espiga e elaboração dos ramos, a realização de jogos lúdicos e tradicionais, um almoço convívio, o concurso Ramo da Espiga 2017, animação musical e baile.



Grupo do Clube da Sertã apresenta “Alguém Terá de Morrer”

Foto: A Com Te Ser

         O Auditório Municipal de Pinhal Novo apresenta, no dia 27 de maio, às 21h30, a peça “AlguémTerá de Morrer”, pelo grupo de teatro do Clube da Sertã “A.Com.Te.Ser”.
Trata-se de uma iniciativa do ATA – Ação Teatral Artimanha com o apoio da Câmara Municipal de Palmela, inserida na II edição do Amar-Teatro – Mostra de Teatro da FPTA – Federação Portuguesa de Teatro. Nesta peça, da autoria de Luís Francisco Rebello, “a vida revela um jogo violento e sem tréguas. Em apenas uma noite, os segredos e os ressentimentos que cada um guarda pelo outro correm o sério risco de serem revelados. Conseguirá esta família manter-se unida ou será cada um por si? Afinal, perante a morte ninguém quer ficar calado”.
Destinado ao público, em geral, a peça tem um valor de bilheteira de 3 euros.